Categoria segue desvalorizada, mas governador é homenageado

Categoria segue desvalorizada, mas governador é homenageado Destaque

Foi-se o tempo em que para ser homenageado era preciso ter um ato consolidado. Hoje, é possível ser condecorado, mesmo que a entrega do prêmio seja feita, ironicamente, por líderes do grupo desrespeitado pelo próprio agraciado. Parece confuso? Mas, infelizmente, é o retrato da realidade, a explicação para uma publicação feita na última terça-feira, no Diário Oficial. Na ocasião, foi registrada a entrega da medalha Jorge Tibiriçá ao governador de São Paulo, João Dória. A insígnia foi concedida pela delegacia geral de Polícia Civil do Estado pelo “elevado comprometimento com a causa pública e pelo desempenho de sua função com destaque e dedicação, primando sempre pelo respeito aos direitos fundamentais do cidadão paulista”. Interessante e até mesmo uma iniciativa louvável se, ao mesmo tempo, não fosse contraditória. 
 
Como uma instituição com salários defasados, déficit de funcionários e falta de estrutura pode premiar aquele que dá as costas para a situação caótica dos profissionais de segurança? Desvalorizar os policiais, que são responsáveis pela integridade física da população, é respeitar os direitos do cidadão paulista? Talvez se essas perguntas tivessem sido feitas, a homenagem teria sido postergada. “Esse não é o momento certo, uma vez que os problemas ainda existem. Os nossos administradores deveriam guardar essa homenagem para depois do cumprimento de todas as promessas do governador em relação a polícia. Continuamos sem funcionários e com delegacias em péssimas condições. Nenhum dos motivos apontados para a escolha de Dória destacam uma ação em relação a segurança. Precisamos acordar”, disse o presidente do Sinpolsan, Marcio Pino que, há anos, mostra a sua indignação diante da postura do governo.
 
Reportagem publicada no final de 2018 mostrou que das 80 promessas feitas, à época, pelo candidato, um quarto estava concentrado na área de Segurança Pública, considerada o carro-chefe da campanha tucana. As propostas foram apresentadas durante debates, entrevistas e propaganda eleitoral no rádio, TV e mídias sociais. A categoria segue na expectativa. Ou seria buscando uma luz no fim do túnel?
 
 
 
 
ResponderEncaminhar