Nunca vai faltar coragem para mudar Destaque

Nunca vai faltar coragem para mudar

"Se a vida lhe der um limão, faça uma limonada". O ditado popular é antigo, mas seu significado nunca perde o sentido, sobretudo, em uma realidade na qual a lei da natureza é muito clara "adapte-se ou morra". E nesse cenário, os policiais civis costumam ser um exemplo de resiliência.

Os recentes ataques verificados no Ceará e a apreensão, neste sábado, de cinco toneladas de explosivos mostra a força de uma categoria que mesmo com o descaso do governo e a falta de investimentos, segue a sua missão de defender a sociedade e combater o crime organizado.

Na manhã de sábado, seis homens foram presos em Fortaleza após a retenção da mercadoria pela Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

O secretário de segurança do Estado acredita que o grupo integra a facção responsável pelos 205 ataques em 48 dos 184 municípios do Ceará, nos últimos 11 dias.

"Sem a Polícia Civil e o seu trabalho de investigação, restaria ao Estado uma única certeza, a de que teria que se curvar ao crime. No entanto, graças as ações da categoria, a resposta tem sido rápida e os terroristas colocados no seu devido lugar, ou seja, na cadeia. Por isso, merecemos valorização, chega de aceitarmos apenas 'nãos'", afirmou o presidente do Sinpolsan, Marcio Pino.